Maratona de Bolsas da Escola Cresça by EducatuX

Todo final de ano tem sido assim: pais preocupados em renovar ou não a matrícula de seu filho na escola. Alguns procuram outras escolas e comparam, ouvem amigos e conhecidos, indagam os filhos, pesquisam preços, listas de material, querem conhecer professores, diretores, coordenadores... é uma escolha difícil. A essa dificuldade juntam-se os apelos da propaganda veiculada em todas as mídias em geral, com promessas educacionais “fantasiosas”.

De repente o(a) garotinho(a) cresceu! Não é mais um(a) “menino(a)”. É um(a) adolescente. Não só o físico mas, o comportamento também mudou. Tornou-se o contestador! “Papai não sabe nada, mamãe é uma chata, uma quadrada, ultrapassada que só sabe implicar!”

Que os filhos sejam bons leitores parece-me ser o desejo dos pais! Pena que não exista uma receita para ensinar alguém a gostar de ler. No entanto, muitos fatores externos podem contribuir para a gestação de um leitor. Particularmente, desde bem pequena, vivi uma experiência que, possivelmente tenha sido o impulso maior para que eu me tornasse uma boa leitora. Meu pai gostava muito de ler e, diariamente lia para os filhos. Ele não tinha o conhecimento que muitos pais têm hoje, de saber escolher um livro adequado à faixa etária dos pequenos. 

A nova LDB prevê a “articulação de fundamentos teóricos que embasem a relação entre conhecimentos e valores voltados para uma VIDA CIDADÃ, em que o Ensino Fundamental esteja voltado para o desenvolvimento da capacidade de aprender, tendo como meios básicos o pleno domínio da leitura, da escrita e do cálculo; compreensão do ambiente natural e social, do sistema político, da tecnologia, das artes e dos valores em que se fundamenta a sociedade, desenvolvimento da capacidade de aprendizagem, fortalecimento dos vínculos de família, dos laços de solidariedade humana e de tolerância.”

Página 4 de 7